• Kultua LTDA

A integração das culturas: Empresas antes e após o M&A



O que acontece durante o processo de aquisição ou fusão entre duas organizações

Para que um processo de M&A - Mergers and Acquisitions - seja bem-sucedido, é necessário que as pessoas e a cultura recebam a mesma atenção dada às questões financeiras e contratuais das empresas em fusão. A cultura traduz a essência de cada organização e ancora a sustentabilidade dos resultados de um negócio; portanto, ela deve ser endereçada com bastante cuidado ao longo dos momentos de transformação em sua história.


Quais são os maiores desafios de cultura na fusão de duas empresas?

O maior desafio neste processo de fusão entre empresas é revisar e redirecionar corretamente suas estratégias, objetivos, comportamentos esperados e crenças já existentes, visando mitigar eventuais conflitos e maximizar o aprendizado entre ambas as empresas. Para isso, é essencial compreender as particularidades de cada cultura, identificando os diferentes atributos e traços marcantes de cada uma delas, bem como os pilares de cada modelo de negócio. Dessa forma, pode-se preparar um plano de fusão que viabilize uma integração mais fluida e amigável.

Na maioria dos casos, observa-se a adequação dos pilares de cultura da empresa incorporada com base nos princípios essenciais e valores da empresa compradora, de modo a alinhar visões, propósitos e expectativas na nova etapa. No entanto, nem sempre essa abordagem se comprova como a mais assertiva ou eficaz em um M&A, uma vez que tende a descaracterizar a cultura da empresa menor e, portanto, pode enfraquecer boas práticas e padrões de comportamentos que garantiram os bons resultados da equipe até o momento da fusão.


Implementação de plano de ação e harmonização das diferenças culturais

Alterações e reposicionamentos podem acontecer. Afinal, expandem-se os horizontes e novas implementações podem ser recomendadas durante o movimento de aquisição. Assim, para prevenir choques culturais, é importante que a alta gestão mantenha um olhar atento para seu ativo mais relevante: seus colaboradores.

São eles que vivenciam, no dia a dia, a cultura real instalada na empresa e que promovem seus resultados desejados. Por isso, nos diagnósticos de cultura personalizados oferecidos pela Kultua, a contribuição desse grupo é fundamental na mensuração de gaps culturais, desafios críticos e melhorias de diversos indicadores pela ótica das pessoas.

Segundo nossa fundadora e CEO, Lívia Brandini, ainda hoje boa parte dos planos estratégicos de fusão e aquisições desconsidera indicadores de People Analytics com foco mais profundo em cultura. “É comum vermos empresas em M&A aplicando assessments de liderança, mas elas deixam de coletar métricas confiáveis e representativas sobre sua cultura (pontos fortes x críticos e sua evolução) tanto antes, como depois do processo de fusão.”


Por que métricas de cultura são importantes ANTES x DEPOIS de um M&A?

Um estudo publicado pela empresa norte-americana Mercer detectou que “43% das transações de fusões e aquisições encontraram obstáculos culturais significativos que levaram a adiamentos na implementação de operações, a redução dos preços de aquisição ou mesmo o abandono total das operações.” Também foi verificado que, em 67% dos casos, os problemas culturais atrasaram os fatores de integração e limitaram o alcance das sinergias esperadas.

Assim, modelar as melhores estratégias para fusão e conclusão do processo de M&A é de extrema importância. A cultura empresarial deve ser constantemente considerada como fator de sucesso na organização, seja em startups recentes ou em empresas tradicionais do mercado.


Um estudo preliminar para a fusão de culturas é fundamental: entenda as métricas de Culture Analytics

Mapear a evolução de pilares culturais serve como um “termômetro” e direcionador de sucesso ou de riscos iminentes ao longo de um processo de M&A. Afinal, é possível comparar melhoras ou quedas em métricas de prática de padrões de comportamentos esperados nas empresas, alinhamento entre discurso e prática, relação com a liderança, comunicação da Alta Gestão, foco nas diretrizes estratégicas, engajamento, percepção subjetiva dos colaboradores sobre a empresa, entre outros.

É importante considerar que cada cultura é única e possui pontos positivos e críticos particulares. Por isso, manter o enfoque externo em comparações ou tentativas de réplicas de culturas não costuma ser a melhor abordagem. Em vez disso, a chave para o sucesso em processos de M&A é adaptar-se às diferenças críticas já existentes e elaborar um projeto de mudança em relação à cultura atual rumo à cultura desejada, endereçando efetivamente os principais desafios das organizações em fusão.

Infelizmente, ainda existem muitas empresa que negligenciam os impactos da cultura empresarial nos processos de M&A e a importância do mapeamento de métricas desde a etapa de due dilligence (análise prévia de riscos na oportunidade de transação).


Como a Kultua apoia empresas em fusão e aquisição?

Modelar cultura nas organizações demanda foco, tempo e energia, pois requer que os discursos e as práticas empresariais estejam bem alinhados. Não funciona “forçar” ou “impor” culturas novas a times e organizações, mas sim disseminá-las e reforçadas diariamente com atitudes assertivas, comunicação, rituais engajadores e exemplos que encorajem as mudanças de comportamentos desejadas.

É visando aprofundar o entendimento de gaps e barreiras culturais nas empresas que nós da Kultua sugerimos a aplicação de um diagnóstico de cultura antes e depois de processos de M&A, pois isso permite medir e comparar métricas efetivas e representativas sobre a evolução cultural ao longo de todo o processo pela ótica das equipes envolvidas.


O pós-M&A: revisão do plano de implementação e correções de curso


Concluído o M&A, todas as diretrizes de cultura e pilares revisados devem ser constantemente estimulados e metrificados, pois a cultura da empresa se consolida e se transforma com o tempo e com ações bem direcionadas a suas necessidades e dores atuais.

Nos diagnósticos personalizados da Kultua, mapeamos e metrificamos a atual cultura da empresa (comparando-a com a cultura meta), de modo a reforçar e construir estratégias de mudança de Gestão & Pessoas que mitiguem os gaps identificados. É fato: olhar para a cultura e para a satisfação dos colaboradores é essencial, principalmente antes e depois de um M&A, tendo em vista que este é um momento de adaptação e avaliação de resultados e seus impactos nas duas organizações.

As ações de transformação cultural serão perceptíveis durante os processos cotidianos da organização. As análises de culturais recorrentes, idealmente realizadas a cada semestre, facilitarão o acompanhamento do progresso e um melhor direcionamento da cultura, trazendo insumos para eventuais revisões de diretrizes estratégicas da organização, diante do mercado, seus clientes e colaboradores.

“A atividade de M&A (fusões e aquisições) promete continuar em alta em 2022 e nos próximos anos. Segundo um levantamento feito pela KPMG, no primeiro semestre de 2021, as mega transações bateram número recorde com valor de negócio acima de US$ 5 bilhões.” - Luciana Rodrigues, Forbes


Sua empresa precisa de suporte com culturas em M&A ou processo de transformação?


Em busca de antever e mitigar diversos desafios culturais envolvidos em movimentos de fusão e transformação empresarial, reforçamos a importância de dados e métricas específicas para mapear cultura. Conte com a expertise dos especialistas da Kultua para facilitar os desafios de cultura em um processo de M&A, de forma assertiva e eficaz. Agende uma demonstração e veja depoimentos de clientes aqui no site.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo