top of page

Na busca por excelência, não se compare a outras empresas!

Atualizado: 23 de mai.

Fazer parte de uma empresa com impacto positivo no mundo é admirável e satisfatório.


Existem conceitos globalmente aprovados que elevam a reputação de uma empresa no mercado de trabalho, tais como alto desempenho, posicionamento ESG com foco em pessoas e credibilidade da marca.


A busca por essa diferenciação é uma das maiores urgências em organizações visionárias e vanguardistas.


Entretanto, que tal mudarmos por um momento nossa atenção voltada aos comparativos com o cenário global para focarmos primeiramente em mapear a atual realidade e particularidades da sua empresa?

Aqui na #Kultua, acreditamos que não basta se comparar a outras empresas como ponto de partida, quando se trata de Gestão Cultural e Gestão de Mudanças. Entendemos que cada empresa possui uma cultura única e particular, e incentivamos que nossos clientes e parceiros consigam atingir a excelência por meio de indicadores comparativos próprios e adequados à sua identidade cultural particular.


É a partir de métricas personalizadas e em profundidade que podemos identificar os reais gaps entre “onde a empresa gostaria de estar ou acredita que já está” (diretrizes estratégicas) versus “onde de fato ela se encontra atualmente” (realidade atual), com base em dados representativos pela ótica de todos da empresa. Com base nisso, apoiamos nossos clientes com soluções personalizadas que potencializam sua cultura, relações e experiências de trabalho.


Afinal, a cultura da empresa se constrói com base na personalidade e identidade próprias da organização e seu modo de operação. Ela pode ser considerada sua principal vantagem competitiva no mercado, uma vez que influencia todas as atividades e resultados do negócio.


Poder comparar seus resultados de pesquisa em Gestão de Pessoas com indicadores globais do segmento, mercado nacional ou internacional é, sem dúvida, interessante e motivacional. Mas na busca efetiva por mudanças de cultura, recomendamos iniciar sua análise e transformação sempre de “dentro para fora” e não “de fora para dentro”.  


Apesar de interessantes, não são essas comparações externas que vão permitir com que tracemos as melhores estratégias e objetivos para sair do cenário atual rumo ao novo cenário desejado em sua empresa. Antes disso, precisamos responder às seguintes perguntas sobre cultura instalada x cultura desejada:


Onde estamos e quem, de fato, somos? Onde gostaríamos de estar e que cultura deveríamos ter para alcançar nossos objetivos?

Em nossos diagnósticos aliamos tecnologia, inovação, velocidade e escuta profunda de colaboradores em todo processo para apoiar clientes com essas e outras questões importantes. Com nosso método, conseguimos identificar os reais desafios críticos e melhores caminhos para transformar a Gestão Cultural e Gestão de Mudanças na sua organização com indicadores comparativos do “antes x depois”.

 

Quer saber mais? Entre em contato conosco e solicite uma demonstração!

Commentaires


bottom of page