top of page

Cinco motivos para investir na cultura organizacional da empresa

Fundadora e CEO da Kultua indica como impulsionar a lucratividade da empresa com uma cultura estruturada.



De acordo com a Pesquisa Global de Cultura Organizacional 2021, da PwC, 69% das lideranças empresariais apontam que grande parte do sucesso obtido nos negócios durante o período da pandemia está atrelado aos valores e ao ambiente interno das organizações. No entanto, além de soluções voltadas apenas para o engajamento dos colaboradores, os investimentos em gestão de cultura organizacional potencializam a performance dos negócios e impulsionam a lucratividade da organização.


Segundo Lívia Brandini, CEO da Kultua, peopletech brasileira pioneira em Diagnósticos de Cultura Organizacional e Rituais de Gestão personalizados, a cultura é a principal base para a criação de um ambiente saudável e isso traz diversos benefícios para a organização. “Uma equipe motivada e satisfeita entrega muito mais resultado para o negócio. E isto só é possível com uma boa gestão da cultura da empresa”, afirma a empreendedora. “O ponto de partida é entender sua cultura de forma profunda pela ótica dos colaboradores para conseguir priorizar, com eficácia, suas oportunidades de melhoria, bem como seus pontos fortes. Através de dados e análises assertivas é possível traçar estratégias que impulsionem a cultura e engajem os colaboradores”.


Para a melhor compreensão da importância de implementação dessa gestão, a fundadora e CEO da Kultua elenca cinco motivos para investir na cultura organizacional e suas respectivas vantagens:


1. Inovação (Ter um ambiente criativo e inovador, que gera novos negócios)

Apoiar e incentivar o pensamento criativo e à experimentação consciente – seja a partir de grandes ou pequenas transformações que podem facilitar o trabalho do colaborador. Toda empresa precisa evoluir para manter seus profissionais interessados nela, inovar para o cliente interno e externo. Para isso, deve-se ampliar a autonomia, incentivando as boas ideias entre os funcionários.


2. Retenção de talentos (ter gente talentosa no seu time)

A valorização, o reconhecimento e um ambiente de desafios, experiências & desenvolvimento são palavras-chave para a permanência de colaboradores na empresa. Isto é o que realmente faz uma cultura ser exuberante e se diferenciar das outras, Salários e benefícios são importantes, claro, mas são comodities que não irão garantir a retenção dos talentos. ambiente corporativo acolhedor e a participação nas decisões. Além disso, a retenção de talentos auxilia na diminuição de custos em processos seletivos, pois a rotatividade das pessoas na empresa (turnover) será reduzida.


3. Aumento de produtividade

Iniciativas voltadas para o engajamento do colaborador resultam no aumento de produtividade nas demandas estabelecidas na corporação, uma vez que a satisfação e a autoconfiança proporcionam circunstâncias favoráveis que auxiliam no melhor desenvolvimento e desempenho das funções, além de gerar sentimentos positivos que proporcionam mais criatividade, com diferentes formas de produzir. Para isso, é necessário também haver uma cultura forte, coesa e autêntica para tornar o time, de fato, agente pertencente ao ambiente.


4. Impulsionamento do lucro

A partir da gestão estruturada sobre os tópicos abordados acima, ter o impulsionamento de lucro na empresa fica natural e progressivo, com todas as pessoas colaborando para a prosperidade do negócio, alinhadas com os objetivos de crescimento e auxiliando cada vez mais nesse desenvolvimento.


5. Vantagem competitiva no mercado

Trabalhar a coerência cultural da empresa – ou seja, o alinhamento entre os discursos organizacionais e as práticas – é um recurso estratégico para garantir competitividade, como um diferencial frente ao mercado. Mas para utilizar este recurso, é necessário entender qual é a real cultura instalada na organização, quais são as diversas dimensões que compõem a cultura organizacional e como ela influencia a forma como a organização opera, como as pessoas se relacionam e estão dispostas a implementar mudanças.

Sobre a Kultua – Lançada em novembro de 2020 após participar do Programa de aceleração do Founder Institute Paraná, a Kultua chega ao mercado como a primeira peopletech brasileira especializada em Diagnósticos de Cultura personalizados e gerenciamento de rituais de Gestão de Pessoas para empresas e consultorias parceiras. A startup está entre as Top 10 HRtechs pelo Distrito Awards 2021 e foi reconhecida entre as 50 empresas destacadas no prêmio “Fastest Growing Companies LatAm” pelo Founder Institute.


Como diferenciais, a startup entrega resultados de pesquisa até 6 vezes mais rápidos e inclui diversas perguntas abertas com análises semânticas de sentimentos/categorização de temas-chave via NLP (Processamento de Linguagem Natural). Suas pesquisas de cultura são mais abrangentes do que apenas pesquisas de Clima Organizacional, Engajamento e/ou Satisfação de Colaboradores, pois a peopletech correlaciona diversas dimensões particulares que compõem a cultura de cada cliente em uma única pesquisa.


Fonte: Empreendedor

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page